Now Playing Tracks

Perca o ônibus por mim. Diga que vai esperar o próximo, mas quando o próximo passar, finja que não viu, não ouviu, não estava interessado no tempo. Quando tiver na hora de ir embora, peça com carinho pra que eu fique um pouco mais. Veja o dia virar noite em uma conversa besta e informal. Use a desculpa de que ainda é cedo ou ainda temos tempo sobrando - ainda temos nós. Deixe mil ônibus passarem, mas por favor, não me deixa passar. Fala, grita, segura com força a alça da minha bolsa, sei lá. Perde o assento principal na janela, mas não se perde de mim.
Aleatoriamente, você.   (via citografou)

(Source: capitule)

Eu sou vários. Há multidões em mim. Na mesa de minha alma sentam-se muitos, e eu sou todos eles. Há um velho, uma criança, um sábio, um tolo. Você nunca saberá com quem está sentado ou quanto tempo permanecerá com cada um de mim. Mas prometo que, se nos sentarmos à mesa, nesse ritual sagrado eu lhe entregarei ao menos um dos tantos que sou, e correrei os riscos de estarmos juntos no mesmo plano. Desde logo, evite ilusões: também tenho um lado mau, ruim, que tento manter preso e que quando se solta me envergonha. Não sou santo, nem exemplo, infelizmente. Entre tantos, um dia me descubro, um dia serei eu mesmo, definitivamente. Como já foi dito: ouse conquistar a ti mesmo.
Friedrich Nietzsche  (via velejo)

(Source: trechosdaliteratura)

Eu quero dividir minha cama com você. Não é muito grande, então deixa a gente bem juntinho. Quero dividir meu lençol com você, e enroscar seus pés com os meus. Quero troca de beijos durante a noite. Quero ouvir seus cochichos, sua respiração. Se eu tiver um pesadelo, que você esteja do meu lado pra me acalmar. Quero abraços, carinho… Um noite tranquila. Uma noite que não acabe nunca. Uma noite só nossa.
Cabana dos Sonhos   (via querido—john)

(Source: cabana-dos-sonhos)

We make Tumblr themes